Notícias

A ver os posts marcados certificação óptica

ENTREVISTA EXCLUSIVA: Jim Davis, diretor de Vendas da América Latina da Fluke Networks

Diretor de Vendas da América Latina da Fluke Networks e membro de diversos comitês de padrões de cabeamento internacionais, somando mais de 25 anos de experiência na indústria de cabeamento, Jim Davis, ministrou treinamento no Grupo Policom, direcionado a profissionais que realizam instalação de redes de cabeamento e focado em certificação. Na ocasião, foi entrevistado pelo Cabling News.

Confira!

 

Quando falamos em certificação, há sempre duas vertentes: a da rede e a dos profissionais responsáveis pela instalação do cabeamento estruturado ou óptico. Focando inicialmente na rede, qual a importância da certificação?

A certificação do cabeamento é vista por muitos como custo, mas, na realidade, é uma garantia de que o cabeamento está corretamente instalado e que o cliente está recebendo o que está pagando. É uma garantia para todos os envolvidos no projeto.

E a certificação do profissional, qual sua importância?

Uma equipe formada por profissionais com conhecimento técnico dos certificadores de rede configura corretamente o equipamento de testes e leva em conta as diferenças entre medições de canal e de enlace permanente, entre outros aspectos, com ganhos de tempo e de produtividade. Estudo realizado pela Fluke mostrou os gargalos nas medições, que levam à perda de tempo, e as correções implementadas possibilitaram redução de tempo de 12 segundos para 8 segundos por teste. Individualmente parece pouco, mas, em instalações Cat 6A, esses 4 segundos fazem diferença. No entanto, esses ganhos só são possíveis com profissionais treinados e certificados, pois a certificação amplia o conhecimento técnico do profissional e a eficiência do trabalhador.

O DTX está saindo do mercado e sendo substituído pela família Versiv, mas nota-se resistência à substituição, pois há um parque instalado em perfeitas condições de uso...

Os equipamentos da Fluke Networks são conhecidos por serem muito robustos e resistentes. O DTX foi lançado em 2003, e o mercado e a tecnologia evoluíram muito de lá para cá. O DTX está sendo descontinuado por falta de componentes e até de cartão de memória com menos de 2 GB. Além disso, os componentes do DTX não seguem o requerimento mundial ROHS. Em vez de fazermos alterações no projeto e gastar dinheiro com substituição de componentes, optamos por desenvolver uma plataforma que acompanhe a evolução da tecnologia. Assim, surgiu a linha Versiv, que traz ganhos tecnológicos importantes, que se refletem em mais agilidade e produtividade, além de integração com a nuvem, gratuitamente, o que impede a perda de dados e favorece o uso de configuração customizada para grandes obras com mais de um certificador, a configuração arquivada na nuvem é automaticamente transmitida para as máquinas. Além disso, a cada novo firmeware, a atualização é automática e gratuita.

A plataforma Versiv tem integração com a CommScope. Como funciona essa parceria?

Trabalhamos muito de perto com a CommScope para medições de fibra e incorporamos a calculadora de perda de enlace (ou Link Loss Calculator) Systimax) ao conjunto de teste de perda óptica CertiFiber Pro, da Fluke Networks, e ao serviço de nuvem LinkWare Live. A parceria traz ganhos importantes para o integrador e o cliente final, pois, em uma instalação com tecnologia CommScope, o integrador coloca os dados e os componentes utilizados e o certificador avisa se os resultados obtidos são aceitáveis ou não.

Como vê o mercado atual?

É muito crescente a instalação de data centers até porque eles têm de estar fisicamente próximos ao usuário, pois não é viável ter um só data center onde a energia é mais barata, mas longe das pessoas. Por isso, tende a ter mais obras, aumentando a necessidade de certificação.

 

 

Fluke Day no Grupo Policom

No dia 25 de setembro, das 9h às 12h, o Grupo Policom e a Fluke do Brasil realizam o Fluke Day, um evento técnico-comercial voltado à apresentação de novidades em certificações e testes de redes de dados e elétrica.

Na programação estão duas palestras exclusivas: Atualizações em normas para certificação de cobre e fibra, ministrada por Jim Davis, diretor de vendas para América Latina da Fluke Networks; e Soluções Fluke para Eficiência Energética, a cargo de Carlos Cruz, engenheiro de aplicações do Grupo Policom.

Inscrições gratuitas em www.grupopolicom.com.br/agenda

Fluke do Brasil participa da Fenasucro & Agrocana

Objetivo é fortalecer relacionamento com setor sucroenergético e com integradores de redes de dados e de automação industrial

      

Líder  mundial em Instrumentos e ferramentas de teste e medição, equipamentos para calibração, a Fluke do Brasil esteve presente na edição 2018 da Fenasucro & Agrocana, realizada de 21 a 24 de agosto, no Centro de Eventos Zanini, em Sertãozinho (SP).

De acordo com Rodrigo Cunha, gerente Nacional de Vendas da empresa, “historicamente participamos da Fenasucro & Agrocana pelo potencial da região e pela oportunidade de nos aproximarmos ainda mais das empresas, das usinas de açúcar e álcool e dos prestadores de serviços da região”.

Para atender seus objetivos, a Fluke do Brasil destacou em seu estande produtos voltados à manutenção preditiva e análise de vibrações, que compõem a linha da Fluke Industrial, e especificadores de rede da linhas DSV, além de certificadores Versiv, entre outros itens do portfólio da Fluke Networks.

O Grupo Policom é o maior distribuidor Fluke Networks para o mercado brasileiro e mantém equipe focada no atendimento de parceiros no interior do Estado de São Paulo e corpo técnico especializado nas soluções da Fluke do Brasil, seja na linha Industrial, seja nos certificadores das linhas DSX e Versiv.

A feira é uma realização do Centro Nacional das Indústrias do Setor Sucroenergético e Biocombustíveis (CEISE Br), organizada e promovida pela Reed Exhibitions Alcantara Machado. Durante os quatro dias, segundo a organização, o evento superou as expectativas, tendo recebido mais de 40 mil visitantes e gerado negócios ao redor de R$ 4 bilhões. Na área do conhecimento, foram 5 mil congressistas e 370 palestrantes em uma programação que contou com mais de 350 horas de eventos de conteúdo. Em 2019, a Fenasucro & Agrocana já tem data marcada: 20 a 23 de agosto.

Simplifique a certificação de fibras ópticas CommScope SYSTIMAX utilizando os certificadores Versiv Fluke Networks

Reduza a complexidade e garanta a certificação

A demanda explosiva por largura de banda está levando equipes de data centers a repensar sua infraestrutura de rede, à medida que oferecem suporte a velocidades de dados mais rápidas, menores requisitos de latência e futuras alterações que ninguém pode prever. É mais fácil falar do que fazer.

Em uma parceria única entre a CommScope e a Fluke Networks, a tecnologia por trás da Calculadora de desempenho de fibra SYSTIMAX integra-se com os lançamentos mais recentes do Fluke Networks CertiFiber Pro® OLTS e do serviço de nuvem LinkWare Live.

Ambos fornecem metas de perda para configurações comuns de canais SYSTIMAX em uma ampla gama de aplicações. Os instaladores podem testar a perda total de canal e confirmar o suporte às aplicações em uma única e fácil etapa.

Para aqueles que instalam sistemas de fibra ótica, é essencial ter uma referência das perdas óticas que se deve esperar. Para que o cabeamento cumpra a expectativa do cliente e os requisitos padrões , o instalador deve verificar se o desempenho medido - perda de inserção especificamente está abaixo das perdas teóricas.

Com a Calculadora de desempenho de fibra SYSTIMAX, você pode calcular de forma rápida e fácil o desempenho de atenuação máximo para um canal de cabeamento SYSTIMAX proposto, saber quais aplicações o canal suportará e receber a garantia de suporte da CommScope por escrito. Confiança total.

A Integração da ferramenta com o Versiv, da Fluke Networks, oferece o cálculo automatizado de desempenho para certificação do sistema e garantia para fibras monomodo (SM) e multimodo (MM).

“Nossos estudos mostram que a eliminação de erros no processo de certificação leva a economias significativas para quem contrata serviços de cabeamento”, afirma Eric Conley, vice-presidente e gerente geral da Fluke Networks. “Ao incorporar a calculadora ao Versiv e ao LinkWare Live, os clientes podem reduzir a complexidade e garantir que a certificação seja feita corretamente na primeira tentativa”, destaca o executivo.

CONHEÇA OS CERTIFICADORES VERSIV FLUKE NETWORKS

CONHEÇA AS FIBRAS ÓPTICAS COMMSCOPE SYSTIMAX

Quer dominar a discilpila de certificação de redes? Conheça a CERTIFICAÇÃO CCTT FLUKE NETWORKS