Grupo Policom participa do RTI Data Center com lançamento

20/05/2013 às 21:49

O Grupo Policom®- referência para o mercado nacional em distribuição de produtos para Cabeamento Estruturado e CFTV IP de alta resolução, sendo tradicional fornecedor para Data Centers - estará presente no RTI Data Center 2013, em 21 de maio de 2013, na Fecomércio, em São Paulo (SP), apresentando soluções de suas parceiras CommScope e Fluke Networks, além de item de sua própria linha de racks, o GP Rack Server.

O destaque é a solução InstaPATCH QUATTRO, da CommScope, que se constitui sistema de cabeamento modular em cobre, pré-conectorizado, que será lançado na ocasião. Também estarão expostos os produtos da CommScope focados em Data Centers, como as linhas ImVision e SYSTIMAX 360.

Da linha de produtos da Fluke Network serão mostrados analisadores da família DTX, certificador OTDR OptiFiber® Pro, Jack Rapid e os Kits Pro-Tool®.

InstaPATCH QUATTRO: lançamento da CommScope

Solução 10Gbase-T ou 1Gbase-T, que combina cabos UTP pré-conectorizados com painéis carregados que agregam cassetes com quatro portas UTP cada, a InstaPATCH QUATTRO é modular, pode ser remanejada ou ampliada sem impactos na operação do Data Center. Todos esses itens são pré-testados com equipamento Fluke Networks.

A solução é formada por cabo tronco de 4 canais com conectores MC InstaPATCH de conexão rápida, sendo também disponível com conectores RJ45 em uma de suas extremidades (breakout cables); cassetes de quatro canais com um conector MC InstaPATCH QUATTRO na parte traseira e quatro RJ45 na frente, que agilizam e facilitam a instalação; e duas opções de painéis, com24 portas 1U (densidade standard, inteligente ou inteligência-ready) ou 48 portas 1U (alta densidade), com ou sem módulos.

ImVision e SYSTIMAX 360 UHD: outras soluções CommScope

A linha ImVision (Infrastructure Management Vision), da CommScope, também será apresentada. Ela constitui-se a quarta geração da solução iPatch de gerenciamento de infraestrutura de cabeamento.

Lançamento mundial da CommScope em 2012 e disponível no Grupo Policom, a linha ImVision conta com software e controladores desenhados para trabalhar com HTML5, ou seja, ambiente web nativo. Além disso, o software tem a facilidade de ser acessado de qualquer local via web browser, por meio de um tablet, por exemplo, e conta com muitos recursos gráficos. Os controladores, por sua vez, são gerenciáveis em cada rack e possuem interface gráfica colorida e touch scream.

Também da CommScope, a linha SYSTIMAX 360 se constitui solução completa de cabeamento com elevado rendimento, alta densidade e um melhor desenho ergonômico, superando os padrões do setor e apresentando funcionalidades que a transformam em uma plataforma diferenciada.

A solução de fibra ótica SYSTIMAX® 360 Ultra-High Density (UHD), por exemplo, é direcionada a ambientes de data centers que necessitam otimizar seus espaços físicos e precisam de conectividade de camada física de alto-rendimento.

Desenvolvida pela CommScope Labs, a solução de fibra óptica SYSTIMAX 360 UHD foi desenhada para suportar aplicações de fibra de alta densidade para data centers, tais como as redes de área de armazenamento (SANs). à€ medida que aumentam as necessidades de densidade, carga elétrica dos computadores e armazenamento dentro do data center da empresa, a Solução SYSTIMAX 360 UHD da CommScope economiza espaço no andar e espaço nos gabinetes ao habilitar arquiteturas de rede que antes não eram possíveis. Ao mesmo tempo, são preservadas as rotas de migração para taxas de dados de próxima geração e os custos são reduzidos.

A solução SYSTIMAX 360 UHD possui 50% de aumento na densidade utilizável, possibilitando novas arquiteturas. A solução SYSTIMAX 360 UHD possibilita crescimento no volume de armazenamento para suportar a explosão de informação de rede, permite o crescimento futuro, com o seu desenho modular, e fornece um claro caminho de melhoria para aplicações de 10G, 40G e 100G. A solução completa faz com que seja possível o desenho, a implementação e a gestão de novas e inovadoras arquiteturas de ultra-alta densidade para data centers.

A solução SYSTIMAX 360 UHD tem capacidade para hospedar 864 fibras em um espaço de 1U, a estante SYSTIMAX 360 UHD fornece a mais alta densidade de interconexão de fibras disponível. Adaptado à s tecnologias de fibra SYSTIMAX LazrSPEED® e TeraSPEED®, a estante SYSTIMAX 360 UHD facilita a integração dos diretores de SAN aos ambientes de data centers.

Utilizando as fibras InstaPATCH® terminadas e testadas em fábrica, cabos troncais MPO (multi-fiber push on) e resistentes fan-outs MPO/LC, o espaço nos canais de cabos é conservado, ao mesmo tempo em que fornece fácil acessibilidade à s portas dos dispositivos. Outros componentes da Solução SYSTIMAX 360 UHD, incluindo as opções de estante e painel, tais como os painéis modulares SYSTIMAX 360 de 1U e 4U, fornecem opções alternativas que cobrem os orçamentos apertados de TI e as limitações quanto a espaço nos gabinetes, possibilitando escalabilidade modular com incremento da capacidade de expansão.

Como todas as soluções CommScope, a solução SYSTIMAX 360 UHD foi desenhada e fabricada para funcionar desde o primeiro momento, sempre facilitando a implementação. A CommScope respalda a sua confiabilidade oferecendo uma garantia de 20 anos para todos os seus produtos corporativos, estendendo a vida útil dos data centers e os orçamentos de TI.

OTDR OptiFiber® Pro: certificador de fibra óptica focado em operadoras e data centers

Especialista em soluções ópticas para redes corporativas e industriais, o Grupo Policom® oferta o lançamento da Fluke Networks® voltado a testes de fibras, que é indicado para grandes operadoras e data centers. Trata-se do OTDR OptiFiber® Pro.

Primeiro OTDR (refletômetro óptico de domínio de tempo) portátil, construído do zero para testes de fibras empresariais, o desempenho do OTDR OptiFiber Pro permite redução de custos associados a testes de fibras em instalações, ao mesmo tempo em que melhora a produtividade e aprimora a confiabilidade da rede. à‰ fornecido com o software de gestão LinkWare®, que integra os resultados de testes e mantém o OTDR atualizado com a versão mais recente do software.

Entre as vantagens, o OTDR OptiFiber Pro conta com interface de usuário de smartphone, que minimiza a curva de aprendizagem tipicamente associada com OTDRs mais antigos ao reduzir grandemente a complexidade - ajudando qualquer técnico a se tornar um especialista em fibras rapidamente. Com isso, simplifica o teste em ambientes de datacenters, por exemplo.

As principais funções principais desse testador envolvem um modo “Datacenter” simplificado, que automatiza o processo de configurar paràâmetros de teste, como comprimento de onda ou algoritmos de detecção de final, reduzindo significativamente o tempo de configuração e a complexidade de aprender como resolver problemas em datacenters.

Um diferencial importante é que o OTDR OptiFiber Pro pode testar conectores e cabos em distàâncias a partir de 0,5 m, o que o torna indicado para ambientes de servidores virtualizados, onde as conexões são frequentemente inferiores a um metro e as questões de desempenho ocultas podem reduzir sensivelmente a confiabilidade de datacenters e de redes de áreas de armazenamento (SANs).

O testador também apresenta os resultados em forma gráfica, favorecendo a interpretação rápida e imediata dos resultados por qualquer usuário. A isso se somam as ferramentas de gestão de projeto, que facilitam a atribuição e o rastreamento de todos os projetos de teste de fibras para usuários múltiplos, aumentando a eficiência, melhorando a visibilidade de rastreamento de projetos, e permitindo compartilhamento de dispositivo de custo efetivo.

O time técnico do Grupo Policom possui o equipamento disponível para fazer demonstrações técnicas aos clientes interessados. Informações adicionais sobre o novo OTDR Optifiber Pro estão disponíveis no canal do Grupo Policom no YouTube (www.youtube.com/grupopolicom), incluindo um webinar gravado com o tema “Testando fibras ópticas em data centers”.

Soluções Fluke para análise de redes

Fabricados pela Fluke Networks e comercializado pelo Grupo Policom, os analisadores da Fluke são disponibilizados em vários modelos, apropriados à s necessidades de integradores e gestores de TI e redes.

Da linha de analisadores fazem parte a família DTX, com os modelos DTX CLT e DTX ELT, além do AirCheck e do Optifiber.

O DTX-CLT CertiFiber® realiza um conjunto de testes de perda óptica (OLTS) para certificação de fibra, medindo a perda e o comprimento do link, além de verificar a polaridade. Realiza autoteste de 12 segundos, fazendo a medição de perda de duas fibras em dois comprimentos de onda, cálculo do volume do link óptico, e uma análise passa/falha; fornece documentação rápida e profissional de resultados de testes por meio do software de relatórios LinkWare amplamente utilizado; é otimizado para aplicações que alcançam até 10 Giga; possui módulos multimodo e monomodo intercambiáveis (os quais são também compatíveis com o popular DTX CableAnalyzer® Series) e conta com interface de usuário baseada em DTX fácil de usar e amplamente reconhecida, entre outras características. O conjunto de testes de perda óptica realizado pelo DTX-CLT CertiFiber® da Fluke Networks permite a certificação, de  forma fácil e exata, de duas fibras simultaneamente sobre dois comprimentos de onda, de acordo com os requisitos personalizados ou especificações estabelecidas pelo mercado.

Apresentando todas as vantagens dos certificadores da família DTX, o DTX-ELT CableAnalyzer® é uma versão econômica DTX 1800, sendo ideal para as necessidades de testes em redes até Categoria 6 com cabos UTP. O produto aumenta a produtividade dos integradores nas certificações em campo, tem precisão superior e Nível IV, que permite os mais precisos resultados de teste no menor tempo possível. Conta, ainda, com diagnósticos avançados que poupam tempo por permitirem a locação exata do local da falha e sugere conselhos para ação corretiva de problemas, poupando tempo de troubleshooting. Como é equipado com o software de gerenciamento LinkWare® Cable Test, gerencia os resultados de teste e produz relatórios impressos ou formato PDF. Além disso, o DTX-ELT é equipado com bateria com 12 horas de duração. Além disso, como opcional vendido separadamente, permite que o integrador faça upgrade para a versão DTX 1800 a qualquer momento, tornando o equipamento compatível também com fibra óptica.

Desenvolvido especificamente para troubleshooting em campo, o AirCheck é um testador Wi-Fi dedicado e robusto fácil de usar e de transportar, que simplifica os testes em redes wireless. Fornecendo interface intuitiva que facilita o troubleshooting e dá respostas rápidas com apenas alguns cliques. Permite uma visão imediata dos resultados de testes requeridos, incluindo disponibilidade de rede, conectividade, utilização, configurações de segurança, busca de dispositivos não autorizados e detecção de interferências.

Já o OptiFiber integra potência/perda, medição de comprimento de fibra, análise de OTDR e captura de imagens de terminais de conectores de fibra. O resultado é um nível mais alto de certificação de fibra e diagnósticos. O software auxiliar LinkWare gerencia todos os dados testados e cria relatórios com qualidade profissional. O OptiFiber permite que proprietários de redes, com qualquer nível de experiência, certifiquem cabeamentos de fibra de acordo com as especificações e padrões da indústria, solucionem problemas e documentem minuciosamente os resultados. Isso irá aprimorar a integridade e o desempenho da rede de fibra do datacenter preparando-a para suportar aplicativos de largura de banda superiores.

Kits Pro-Tool®

Reunindo todas as ferramentas necessárias para cortar, descascar, limpar e fazer conexões em uma única bolsa Dur-a-Grip ergonomicamente projetada para garantir um armazenamento conveniente da ferramenta no cinto, os kits Pro-Tool, da Fluke Networks é disponível em três modelos:

Kit de ferramenta IS60 Pro-Tool®, que inclui ferramenta de impacto D914S, alicate D para eletricista, descascador de cabos, Mini Maglite®, Sharpie® pen e Dur-a-Grip® Pouch; Kit de ferramenta IS50 Pro-Tool®, contendo ferramenta de impacto D914S®, alicate D para eletricista D-Snips®, descascador de cabo, e uma làâmina de corte EverSharp® 66/110; Kit de ferramenta IS40 Pro-Tool®, formado por ferramenta de impacto D814®, alicate D para eletricista D-Snips®, descascador de cabo, uma làâmina de corte EverSharp® 66/110 e Probe Pic.  JackRapid

A ferramenta de inserção JackRapid® (www.flukenetworks.com/jackrapid), é especialmente indicada para tomadas de oito e seis posições, que de acordo com informações do fabricante, permite terminar as tomadas em até oito vezes mais rápido do que as ferramentas de impacto tradicionais, pois poupa até dois minutos por instalação de cada tomada, sem perda da qualidade.

Com elevado índice de precisão, a JackRapid® assenta e termina todos os fios na tomada simultaneamente, mediante aperto da alavanca de uma só vez e com uma única mão.  Fácil de usar, com design diferenciado, permite instalação próxima à  parede.  A làâmina Systimax (vermelha) suporta as tomadas Systimax MPS100E, M1BH e C5. A Harris está desenvolvendo làâminas para outros fabricantes.

GP Rack Server faz a centralização dos servidores dos sistemas

Exclusividade do Grupo Policom® direcionada a aplicações em Data Centers de níveis I a IV, que respeitam rigorosamente à s recomendações técnicas da norma ANSI/EIA/TIA 942 - Infraestrutura de telecomunicações para Data Centers, a linha GP Racks conta com três famílias de produtos: GP Racks Server, GP Racks EasyFlex e GP Racks Mini.

Fabricado nos modelos de 800 mm e 900 mm de largura, que possuem um par de organizadores verticais, além de uma série de facilidades para entrada e saída de cabos, sendo, portanto, indicado para armazenamento de servidores ou qualquer outro tipo de equipamento 19” ou 23”, que traz consigo grande volume de cabos para ser gerenciado, o GP Rack Server tem 1.100 mm de profundidade e altura externa de 2.150 mm. Fabricado com 45U, pode ser produzido em outras medidas de largura, altura e profundidade, mediante consulta. Suporta cargas de 500 kg para versão estacionária com pés niveladores ou base soleira.

Com duas opções de largura - 19” e 23”, em obediência à s IEC 297-3 e IEC 917 - sua estrutura possui perfil tubular (fechado) em aço com espessura 1,5 mm, conformado em perfiladeira (perfilamento contínuo) e acabamento em KTL (pintura eletroforética catódica por imersão) e pintura eletrostática pó na cor preta. Seu fechamento inferior é em aço espessura 1,9 mm, possui tampas removíveis para entrada de cabos, pé nivelador e permite instalação de base soleira ou de rodízios. O teto - também fabricado em aço espessura 1,9 mm - conta com aberturas para instalação de até quatro ventiladores. Os furos de encaixe dos ventiladores são feitos em fábrica, o que agiliza a instalação desses equipamentos de ventilação. Além disso, o teto possui vedação em PU.

Em paralelo, a porta frontal do Server é fabricada em aço espessura 1,5 mm, conta, como opcionais, com visor em vidro temperado de 4 mm, perfurado e bipartido perfurado, sistemas de dobradiças fixados do lado interno a porta, mas que permitem mudar o sentido de abertura da porta, vedação PU e fecho com chave. Além disso, seus fechamentos laterais são fabricados em aço espessura 1 mm, têm sistema de fixação acessível externamente para fácil abertura e vedação em PU. Há, ainda, a opções de tampa traseira fechada, com porta aletada bipartida ou inteiriça. O perfil de 19 polegadas é produzido em aço pintado de 1,9 mm e disponível no plano frontal e traseiro.