Grupo Policom participa de congresso para provedores de internet

21/02/2013 às 16:24

Em 5 de março de 2013, na capital paulista, será realizado Congresso para Provedores de Internet. O Grupo Policom® participa do evento com soluções da TE Connectivity e da Transition Networks focadas nesse mercado. Expõe, também, a linha GP Racks® e, exclusividade do Grupo Policom.

Direcionado a diretores e proprietários de Provedores de Acesso à  Internet (ISPs), gerentes de TI, engenheiros, analistas de sistemas, gerentes de infraestrutura, instaladores, consultores e prestadores de serviços técnicos, o evento objetiva discussão sobre novas tecnologias de acesso, esclarecimentos sobre regulamentação, implantação de serviços de IPTV, contratação de conteúdo, entre outros.

Juntas, as soluções Transition Networks e as fibras da TE Connectivity são indispensáveis para conversão de UTP para óptico e links de longa distàância.

Entre as solução da TE Connectivity a serem apresentadas estão FiberGuide, fibra óptica, módulos MPO, cabeamento categorias 6a e 7 blindada e linha Secure.

A linha da Transition Networks será representada por switches industriais, conversores e chassis, inclusive PoE.

A experiência de mercado somada à  expertise de seus profissionais leva o Grupo Policom a desenvolver produtos em conjunto com parceiros e também a trabalhar com marcas próprias, como é o caso da linha GP Racks para Data Centers, exclusividade do Grupo Policom.

Referência no mercado nacional de distribuição de produtos para Cabeamento Estruturado direcionados a aplicações de dados, voz, vídeo e controles prediais, e para CFTV IP dos principais fabricantes do mercado, reconhecidos internacionalmente, o Grupo Policom conta com estrutura logística em condições de atender a todo o território nacional e oferece suporte técnico e comercial aos seus clientes.

Soluções TE Connectivity

Entre as solução da TE Connectivity a serem apresentadas estão FiberGuide, fibra óptica, módulos MPO, cabeamento categorias 6a e 7 blindada e linha Secure.

O sistema FiberGuide é um conjunto de calhas projetadas especificamente para encaminhamento de fibras ópticas entre caixas de emendas, distribuidores ópticos e equipamentos de terminação óptica nos Data Centers, otimizando o fluxo de ar gelado para a refrigeração dos racks, evitando que os encaminhamentos sob o piso elevado sejam barreiras a esse fluxo.

Projetado e construído para o correto lançamento das fibras ópticas, com raios de curvatura suaves - no mínimo 2 polegadas de raio em todas as curvas, proteção física dos cabos, cabos multifibras, cabos montados e patch cords ópticos e facilita a segregação dos jumpers ópticos -, o FiberGuide é flexível, confere velocidade de instalação e possibilita crescimento, é durável e protege as fibras ópticas.

Como é leve e as peças se encaixam, dispensa a necessidade de grandes infraestruturas de suporte e de ferramentas.

Fabricante referência em conectores de fibra óptica no mundo, a TE Connectivity oferece sistemas baseados em fibras ópticas que excedem os requisitos das normas internacionais ANSI/TIA 568C.3 (LOF) e ISO/IEC 11801. à‰ ampla a gama de produtos, com ST, SC, MTRJ, LC e também conectores FC, MU, MPO e Para-Optix. Os conectores permitem diferentes métodos de terminação - com Epoxy, sem Epoxy (Light Crimp) ou pré-polidos (Light Crimp Plus), para serem aplicados a qualquer tipo de fibra óptica - multimodo (62,5/125 ou 50/125) e monomodo.

Entre as soluções da TE Connectivity que o Grupo Policom vai focar no Congresso RTI de Provedores de Internet estão os MPOptimate, especialmente indicado para Data Center e que, devido à s conexões compactas que fazem os ativos gastarem menos energia, propicia economia energética. Modular, simples e rápido de instalar, é reaproveitável, por isso os componentes não se perdem no caso de mudanças. A solução é formada por cassetes tipo LC, MPO, SC e MTRJ; OM2, OM3, OM4 e OS2; cabos fan Out (de MPO para conectores discretos) e com até 550m em OM4. Além disso, permite até 96 fibras em 1U ou até 72 fibras em cada cabo troncal.

O Sistema Secure cuida da proteção da rede e se constitui linha completa de conectores de cobre e fibra óptica em cores diferenciadas, que impedem conexão errada ou maliciosa, previne erros e está disponível para sistemas em cobre (Categorias 5e, 6 e 6A) com 6 cores diferentes e para fibras ópticas em até 10 cores diferentes.

A essas soluções diferenciadas somam-se as linhas de cabeamento estruturado categorias 6a e 7 blindada.

Soluções TN - Transition Networks

A Transition Networks oferece um conjunto completo de produtos de rede que permitem transportar e gerenciar o tráfego da rede de forma confiável por fibras óticas. A marca de dispositivos Transition Networks da empresa realiza a conversão entre diversos tipos de mídia diferentes, ajudando as empresas a otimizarem sua infraestrutura de rede existente.

As tecnologias TN de conversão de mídia são oferecidas para um largo espectro de protocolos de rede inclusive Ethernet, Fast Ethernet, Gigabit, 10 Gigabit, TDM por IP, ISDN por IP, T1/E1. DS3. ATM. RS232/485, vídeo, Power-over-Ethernet e muitos mais. Como distribuidor da TN, o Grupo Policom se diferencia pela capacidade de especificar os tipos de conversor mais usados e trazer produtos sobre encomenda, de vido à  especialidade de lidar com projetos e achar a solução mais indicada.

Entre as soluções em demonstração no estande do Grupo Policom destacam-se diversas opções de switches industriais e conversores de mídia, tais como:

SISGM1040-244-LRT - switch com Certificação Classe 1 Div 2, é um dispositivo robusto projetado para operar de forma confiável em ambientes adversos, oferecendo, ainda, completos recursos de gerenciamento, e com suporte a anéis redundantes, VLANs, IGMP, SNMP, Web, Telnet e CLI. M/GE-PSW-SX-01- conversor de mídia UTP 10/100/1000 de tamanho miniatura que integra cabeamento de fibra óptica e proporciona economia de espaço. SISTG1040-211-LRT - conversor de mídia industrial projetado para operar de forma confiável em ambientes adversos.

Também serão demonstradas as switches gerenciáveis MIL-SM4004TG e MIL-SM8TXAF2GPA são para camada 2 e contam com oito portas, sendo 4 portas 10/100/1000BASE-TX RJ-45 com autossensor e 4 portas SFP 100/1000 de velocidade dupla. . Os recursos de gerenciamento incluem VLANs baseadas em porta, dinàâmicas e estáticas, GVRP, marcação de VLAN, IGMP Snooping ou consulta, espelhamento de porta e segurança de porta, com endereçamento estático, filtragem e bloqueio de pacotes para endereços MAC identificados. Além disso, quatro filas de prioridade garantem atraso mínimo para voz sobre IP ou dados de rede multimídia. A arquitetura de 16 Gbps sem bloqueio agiliza o fornecimento de pacotes, enquanto uma tabela de 8.000 endereços MAC fornece busca rápida e encaminhamento de pacotes. Especificamente a série MIL-SM8TXAF2GPA conecta segmento de POE remoto à  rede sobre fibra, fornecendo 15,4 Watts completos de potência CC em cada uma das oito portas POE do switch.

A essa solução soma-se a série MIL-SM24T4DPA, uma switch stand alone Gigabit Ethernet Layer 2, com 24 portas 10/100/1000 e 4 portas RJ-45/SFP 100/1000 Ethernet de velocidade dupla combinadas. à‰ ideal para agregações de serviço de alto desempenho, como data centers corporativos, servidores de arquivos conectados avançados ou de rede, upgrades de backbone de grupo de trabalho de alta velocidade ou PC desktop para usuários avançados.

No estande do Grupo Policom também estarão em demonstração os módulos TN-SFP-ELX1 e TN-XFP-SR, mini GBIC ou mini SFP em conformidade com Padrão Internacional de Segurança de Laser IEC-60825 Classe 1 e com Multi-Sourcing Agreement (MSA) de SFP, além de estarem em total conformidade com o Multi-Sourcing Agreement (MAS), uma vez que os switches Cisco com slots XFP não aceitam módulos diferentes dos próprios XFPs da Cisco, pois identificam o ID do fabricante junto com o número de peça e bloqueiam as operações desta porta para interfaces não Cisco. Esse é um diferencial importante, que permite o uso dos módulos XFP da Transition Networks nas outras plataformas XFP compatíveis com MSA sem problemas.

CWDM-M1631LCR de 16 canais e chassis de 9 polegadas complementam a linha da TN no evento.

CPSMC1900-100 ou Point System® consiste em chassis de 9” que aceita até 19 conversores de mídia do tipo cartão, sendo indicado para aplicações comerciais de alta densidade e redes de vários protocolos, além de aplicações industrial e militar

Compatíveis com esse chassis são o conversor CGFEB1013-120 e o CBFFG4040-105, um dispositivos de interface de rede (NIDs) 10/100/1000 Mbps com recursos avançados, incluindo OAM Link IEEE 802.3ah, VLAN, QoS, alocação de banda e suporte a jumbo frame, remotamente gerenciável, com métodos de gerenciamento IP ou IP-Less para fornecimento seguro de serviços Ethernet em aplicações de negócios e móveis de longa distàância.

GP Racks: linha própria de racks fechados

Detentor de mais de 15 anos de experiência em desenvolvimento e fornecimento de soluções completas e complexas para projetos de grande porte e data centers, o Grupo Policom® utiliza sua base de conhecimento acumulada durante esse período e lança uma linha especial de racks fechados com a marca GP Racks®.

Como explica Gilmar Miralha, presidente do Grupo Policom, a ideia se originou “na experiência obtida com a customização da linha Top Solution® na última década. Isso nos possibilitou abrir o horizonte com o mesmo padrão de qualidade, ouvir os clientes e parceiros, e evoluir o conceito de racks fechados para data centers”.

Entre os diferenciais que podem ser citados como decorrentes do levantamento das necessidades dos clientes e parceiros estão guias (calhas de cabos) para gerenciamento frontal e traseiro e a possibilidade de fabricar calhas de cabos para racks já em uso nos data centers. Além disso, como a produção e o desenvolvimento são 100% nacionais, a personalização técnica dos racks é perfeitamente possível, sendo este um diferencial especialmente importante para ampliação de data centers existentes.

Em três famílias - GP Racks Server, GP Racks EasyFlex e GP Racks Mini -, a linha GP Racks atende a todos os padrões da norma ANSI/EIA/TIA 942 - infraestrutura de telecomunicações para Data Centers- e surge com estoque para pronta entrega, fazendo com que o Grupo Policom possa customizar os produtos em até 20 dias após a definição do projeto.

A linha GP Racks é lançada com mais de 40 itens, entre racks e acessórios, o que, para Miralha, constitui-se “sinal muito forte de que o Grupo Policom está investindo no futuro”.

Três modelos para aplicações específicas

Exclusividade do Grupo Policom® direcionada a aplicações em Data Centers de níveis I a IV, que respeitam rigorosamente à s recomendações técnicas da norma ANSI/EIA/TIA 942 - Infraestrutura de telecomunicações para Data Centers, a linha GP Racks surge com três famílias de produtos: GP Racks Server, GP Racks EasyFlex e GP Racks Mini.

Server: os modelos de 800 e 900 mm de largura possuem um par de organizadores verticais, além de uma série de facilidades para entrada e saída de cabos, sendo, portanto, indicado para armazenamento de servidores ou qualquer outro tipo de equipamento 19” ou 23”, que traz consigo grande volume de cabos para serem gerenciados.

Com duas opções de largura - 19” e 23”, em obediência à s IEC 297-3 e IEC 917 - sua estrutura possui perfil tubular (fechado) em aço com espessura. 1,5 mm, conformado em perfiladeira (perfilamento contínuo) e acabamento em KTL (pintura eletroforética catódica por imersão) e pintura eletrostática pó na cor preta. Seu fechamento inferior é em aço espessura 1,9 mm, possui tampas removíveis para entrada de cabos, pé nivelador e permite instalação de base soleira ou de rodízios. O teto - também fabricado em aço espessura 1,9 mm - conta com aberturas para instalação de até 4 ventiladores. Os furos de encaixe dos ventiladores são feitos em fábrica, o que agiliza a instalação desses equipamentos de ventilação. Além disso, o teto possui vedação em PU.

Em paralelo, a porta frontal do Server é fabricada em aço espessura 1,5 mm, tem como opcionais visor em vidro temperado de 4 mm, perfurado e bipartido perfurado, sistemas de dobradiças fixados do lado interno a porta, mas que permitem mudar o sentido de abertura da porta, vedação PU e fecho com chave. Além disso, seus fechamentos laterais são fabricados em aço espessura 1 mm, têm sistema de fixação acessível externamente para fácil abertura e vedação em PU. Há, ainda, a opções de tampa traseira fechada, com porta aletada bipartida ou inteiriça. O perfil de 19 polegadas é produzido em aço pintado de 1,9 mm e disponível no plano frontal e traseiro.

Esse modelo de rack é disponível com larguras de 600 mm, 800 mm e 900 mm; com profundidade de 1.100 mm e altura externa de 2.150 mm. Fabricado com 45U, pode ser produzido em outras medidas de largura, altura e profundidade, mediante consulta. Suporta cargas de 500 kg para versão estacionária com pés niveladores ou base soleira.

EasyFlex: indicado para armazenamento de qualquer tipo de equipamento 19”, que se caracteriza por baixo volume de cabos para ser gerenciado, este produto também atende projetos de CFTV que exigem acondicionamento adequado de NVRs, DVRs, storages, encoders, etc. Suas medidas de montagem estão em conformidade com as normas IEC 297-3 e IEC 917. Possuindo largura 19" (482,6 mm). A estrutura é obtida por um perfil tubular (fechado) em aço espessura 1,5 mm conformado em perfiladeira (perfilamento contínuo) e com acabamento em KTL (pintura eletroforética catódica por imersão), com camada de 25 µm a 30µm mais pintura eletrostática pó, na cor preta.

Possui base soleira construída em aço espessura 1,5 mm, acabamento com aberturas para entrada de cabos tipo Knockout e pé nivelador. O teto, confeccionado em aço espessura 1,5 mm, possui aberturas para instalação de até 4 ventiladores. Os furos de encaixe dos ventiladores são feitos em fábrica, o que agiliza a instalação dos equipamentos de ventilação. Além disso, o teto possui vedação em PU.

A porta frontal é fabricada em aço espessura 1,5 mm com visor em vidro temperado de 4 mm, equipada com sistemas de dobradiças fixados do lado interno da porta, mas que permitem mudar o sentido de abertura da porta, e vedação em PU e fecho com chave. Toda linha GP Racks Easyflex é equipada com um guia de finger, em que 1/3 da quantidade de US é fornecida com fingers para gerenciamento e distribuição dos cabos na traseira dos dispositivos Patch Panels.

Os fechamentos laterais, em aço espessura 1 mm, têm sistema de fixação acessível externamente para fácil abertura e vedação em PU. A tampa traseira é em aço espessura 1 mm e conta com sistema de fixação acessível externamente para fácil abertura, ou fechamento com chave, vedação em PU. O perfil de 19” é construído em aço pintado de 1,5 mm e disponível no plano frontal e traseiro.

Esse produto é disponível em 24U, 36U, 40U e 44U, com larguras de 600 mm e 800 mm; profundidade: de 600 mm, 800 mm e 1000 mm; e altura externa de 1.745 mm e 2.100 mm.

Mini: são indicados para acomodação de equipamentos e de acessórios leves como switches, modems, centrais telefônicas etc., com a finalidade de centralizar, organizar e restringir o acesso a equipamentos instalados geralmente em um ambiente externo que não o departamento de TI da empresa. Os GP Racks Mini estão disponíveis nas versões de 6U, 8U, 12U e 16U com 500 ou 600 mm de profundidade. Todos estes GP Racks Mini incluem uma bandeja interna de 1U, recurso útil no acondicionamento de equipamentos com menos de 19”de largura. São oferecidos na cor preta à  pronta entrega e outras cores sob consulta. Podem ser instalados em parede.

O catálogo completo da linha de racks fechados GP Racks® do Grupo Policom® - nova marca resultante da soma de mais de 15 anos de experiência em desenvolvimento e fornecimento de soluções completas e complexas para projetos de grande porte e data centers - já está disponível a todos os interessados.

Em três famílias - GP Racks Server, GP Racks EasyFlex e GP Racks Mini -, a linha GP Racks atende a todos os padrões da norma ANSI/EIA/TIA 942 - infraestrutura de telecomunicações para Data Centers- e surge com modelos em estoque para pronta entrega e modelos customizados sob encomenda.

A linha GP Racks foi lançada com mais de 40 itens, entre racks e acessórios. No catálogo, ao longo de 12 páginas, está o detalhamento de todos os produtos.

A linha Top Solution soma-se à  marca GP Rack. O novo catálogo desse tradicional produto do Grupo Policom tem 16 páginas, traz o histórico evolutivo da linha de racks e detalhamento técnico de todas as soluções e acessórios.

Cópias impressas dos dois catálogos podem ser pedidas pelo email contato@policom.com.br. Em formato digital, pode ser consultado na seção Catálogos do site www.grupopolicom.com.br.