CFTV na Policom RS cresce mais de 200% em 2011

05/04/2012 às 03:15

Elevação da participação de CFTV no faturamento total da empresa de 5% para 16%, com crescimento superior a 200%. Esses são os números finais da parcela das soluções de CFTV no faturamento e nas atividades da Policom RS, empresa do Grupo Policom, que tem sua ação centrada no Estado do Rio Grande do Sul. A expectativa para 2012 é que essa atividade cresça 80%, informa Ademar Eli Lourenzi, diretor comercial da Policom RS, explicando que o sucesso está no fato de que a empresa tem focado seu trabalho em parcerias, “desenvolvendo e capacitando canais que permitem oferecer ao mercado, soluções completas de segurança com a qualidade e as exigências que atendam as necessidades dos maiores centros de eventos e empresas que recebem um grande número de pessoas, a exemplo de shopping centers, universidades e estádios, que necessitam oferecer segurança e monitoramento com qualidade, confiança e alta definição”. O sucesso das parcerias levou a Policom RS a reconhecer a contribuição de três integradoras que, juntas, responderam por 60% do total comercializado pela empresa em 2011: Ecetec, Verlucht e HSH Soluções em Segurança. A homenagem a essas empresas aconteceu durante evento em que a Policom RS reuniu os seus principais parceiros no Velopark de Nova Santa Rita (RS), “equiparando velocidade com responsabilidade e descontração, como símbolo de conquista, trabalho aplicado e oportunidade de definição de metas para 2012”, frisa Lourenzi. No mercado há pouco mais de dois anos, a Ecetec tem como meta focar a atuação em resultados para o cliente, com soluções que atendam à s necessidades do cliente, otimizando projetos técnicos, tempo de custo, equipamentos etc. Segundo Eagro Mà¼ller, responsável técnico e profissional da área comercial da empresa, a parceria com a Policom RS caminha ao encontro desse objetivo da Ecetec: “A Policom RS é uma das empresas com que mais conseguem conversar através do suporte técnico, gerando resultados. Mas o grande diferencial está na questão de aporte financeiro. Nossa empresa, que está a dois anos de mercado, participa de grandes projetos, mas nem sempre tem condições financeiras de bancar o capital de giro para um suporte desse nível. No entanto, a parceria nos proporcionou chegar ao cliente levando o distribuidor e o fabricante junto para mostrar que teremos condições de atender esse processo”. Outra parceria reconhecida na ocasião foi a HSH Soluções em Segurança, empresa no mercado há cinco anos. Seu diretor Diego Feister lembrou a importàância da parceria, iniciada há três anos, para o desenvolvimento da empresa, pois “a Policom RS nos mostrou a abrangência do mercado no sentido de equipamentos e tecnologia. Por isso, estamos partindo para novo desafio em 2012, estimulados pela Policom RS, que é a entrada no mercado do cabeamento estruturado. Unindo essa atividade ao CFTV, posso dizer que a partir de 2012, a HSH vai trabalhar com um leque completo de atuação, podendo montar um projeto de segurança eletrônica completo, respondendo por todo o processo, desde o projeto executivo até a venda e a instalação final no cliente e a manutenção”. Ressaltou, que para o mercado tecnologia e marca também são fundamentais, ”e isso nós encontramos no Grupo Policom, que somados ao suporte técnico e ao atendimento comercial, facilitam muito nossa presença perante o nosso cliente, tornando nosso projeto atrativo”. A Verlucht Teleinformática é a mais antiga das parcerias homenageadas. Fundada em 1995, com foco em elétrica e segurança, tornou-se parceira da Cabosul - empresa que deu origem à  Policom RS - na área de cabeamento estruturado, basicamente na área portuária e de alfàândega. Com o passar do tempo, a empresa se afastou um pouco do CFTV, mas está retornando, com as soluções de última geração disponibilizadas pela Policom RS. Cristiano Rodrigues, gerente técnico, lembra que, quando a Verlucht iniciou suas atividades, “a gravação era feita em fita cassete, e a evolução se deu em função até da normatização. Nesse sentido, a Policom RS foi fundamental por que buscou soluções para atender essa demanda, antecipou-se a algumas tendências, e hoje disponibiliza tecnologia, como a gravação Full HD, que muitos distribuidores ainda não possuem. Por esse motivo, acabamos fechando projetos porque os clientes se encantaram com a solução. Isso comprova a importàância da entrada do Grupo Policom nessa atividade”. Corroborando a posição dos outros empresários, Rodrigues também destaca o suporte disponibilizado pela Policom RS como fundamental, e justifica: ”A tecnologia é nova, e tudo que é novo gera dúvida. A equipe da Policom está sempre conosco, brigando junto até ao fabricante, trazendo evoluções que de última hora o cliente precisa. E esse comprometimento junto com o parceiro no cliente, desde o pré-projeto até a execução, é mais de 50% do valor da parceria, justamente, porque muitos simplesmente vendem e depois na hora do suporte, viram à s costas ao cliente, deixando o integrador em uma situação delicada”.