Cabeamento estruturado na era do IoT: participantes aprovam iniciativa

28/09/2016 às 14:25

A primeira turma foi realizada em 13 e 14 de setembro de 2016

Nos dias 13 e 14 de setembro, o Grupo Policom promoveu o curso SCE100 - Fundamentos de cabeamento estruturado na era da Internet das Coisas (IoT, sigla em inglês).

O curso foi destinado a profissionais da área de TI e telecomunicações em geral, cabistas e projetistas de redes, foi organizado e apresentado por Marcelo Barboza, diretor da Apogee e contou com o apoio de Professor Doutor Paulo Marin, autor da obra distribuída na ocasião a todos os participantes: Cabeamento Estruturado - Projeto e Instalação.

E o resultado, segundo a opinião dos participantes, foi positivo.

Entre os participantes, esteve José Aloise, do Metro de São Paulo, que, ao falar do seu interesse, destacou o conteúdo enfocado por Barboza: “fiz o treinamento em função de uma implantação em andamento. O conteúdo foi muito bom e vai me ajudar neste trabalho”.

Postura semelhante é a de Moisés Silva, da Embratel, para quem “o curso foi muito bom e bem esclarecedor, didático, ficando dentro de minhas expectativas. Destaco especialmente o método de introdução à s normas técnicas”.

Outro participante que destacou a qualidade do programa foi Carlos Alberto, da Claro S.A. Segundo ele, além do curso e do material entregue, Marcelo Barboza mereceu reconhecimento: “o curso e o material foram excelentes. As informações e temas abordados serão de grande utilidade no desenvolvimento de novos projetos e na operação. Além disso, o Marcelo tem um grande domínio e conhecimento do tema”, constatou.

O sucesso obtido com a iniciativa, segundo Anderson Luiz Carvalho, gerente de Marketing do Grupo Policom, faz com que “esse curso passe a integrar oficialmente a grade de treinamentos do Grupo Policom, pois é mais uma ação voltada ao cumprimento da meta de contribuir, de modo efetivo, para o desenvolvimento do mercado e a formação de técnicos capazes de atender à  crescente demanda por mão de obra de qualidade. Ele é resultado de parceria com o Marcelo Barboza e o Professor Marin e comprova a atenção da nossa organização à s novas tecnologias que impactam as atividades de infraestrutura de rede de dados e CFTV IP”.

Como explica Paulo Marin, este curso “traz um conteúdo muito rico, organizado e atualizado sobre projeto e instalação de cabeamento estruturado para utilização em edifícios modernos. Trata-se de um curso completo, enfocando muito mais do que fundamentos de cabeamento estruturado, mas a relação entre a Internet das Coisas (IoT) e a infraestrutura de cabeamento. Por isso, é um excelente recurso para profissionais do setor e para aqueles que querem iniciar nesse mercado”.

Conteúdo programático

Introdução e Tecnologia - finalidade do cabeamento estruturado; o que é internet das coisas (IoT); principais tecnologias envolvidas, como Power over Ethernet (PoE), Wi-Fi, iluminação via UTP, etc.; normas nacionais e internacionais Espaços de Telecomunicações - áreas de trabalho, incluindo considerações sobre novas tecnologias (como Wi-Fi, automação, iluminação, CFTV, etc.); salas técnicas (de telecomunicações, de equipamentos e de entrada) e seus principais requisitos e recomendações Elementos Funcionais do Cabeamento - distribuidores (de campus, de edifício e de pavimento) e interfaces (pontos de consolidação e tomadas de telecomunicações); subsistemas de cabeamento (backbone e horizontal) e suas recomendações; considerações sobre patch cords Componentes e Desempenho - componentes em par trançado e fibra óptica de um sistema de cabeamento estruturado; suas principais características e classificações, incluindo: categorias e paràâmetros de desempenho, características físicas e de transmissão, comportamento frente a chamas, blindagens Caminhos Para Cabos - sistemas de suporte para cabeamento estruturado, suas principais características e recomendações, incluindo caminhos internos (piso elevado, canaletas, calhas, leitos, etc.) e externos (subterràâneo, aéreo e túnel); sistemas corta-fogo Administração do Cabeamento - componentes da administração; identificação, registros, base de dados e sistemas automatizados