Notícias

A ver os posts de Setembro, 2017

Sem uma infraestrutura de rede confiável, não há base para a Internet das Coisas

Vince_1_small.1com corteAté 2020 teremos mais de 21 bilhões de dispositivos conectados por meio da IoT; precisamos estar preparados para esse volume*

 Nos últimos anos, a quantidade de novas tecnologias que chegam ao mercado tem sido impressionante. De carros autônomos a impressoras 3D, a inovação tecnológica parece não ter fim.  Muitas dessas tecnologias prometem fazer do mundo um lugar melhor (mesmo sem algumas delas oferecerem qualquer caso real de modelo de negócio ou justificativa para o seu uso), enquanto outras mostram que continuarão como tendência pelos próximos anos. Porém, para que todos estes dispositivos realmente cumpram o que prometem, devem estar conectados a uma rede que suporte seus requisitos de infraestrutura.

 

CommScope marco 2011A Internet das Coisas (IoT) está crescendo exponencialmente. Segundo analistas de mercado, teremos um número assombroso de dispositivos de IoT conectados em rede até 2020, com projeções que vão desde 21 bilhões, passando por 50 bilhões de a até 200 bilhões dispositivos 1.

Porém, ainda mais impressionante que o número de equipamentos conectados à  IoT são as previsões sobre o impacto econômico que ela pode trazer. De acordo com estudo The Internet of Things: Mapping the value beyond the hype, da consultoria McKinsey, estima-se que até 2025, os dispositivos de IoT acrescentarão entre 4 trilhões e 11 trilhões de dólares à  economia mundial a cada ano.

Com esta perspectiva de futuro, o desafio é adequar as infraestruturas de rede para que se ajustem à s novas demandas. Conseguir que a rede esteja preparada para proporcionar suporte para o aumento da largura de banda, bem como à s crecentes demandas de velocidade que esta tecnologia requer, é de extrema importàância para as operadoras.

Um dos objetivos da IoT é conseguir que os usuários economizem tempo nos seus processos cotidianos e utilizem a tecnologia de maneira eficiente, o que só será possível se as operadoras conseguirem uma convergência de redes eficiente. Porém, isto não só depende dos dispositivos de Internet das Coisas, mas em grande parte da capacidade das operadoras de garantir infraestruturas de rede que permitam que elas possam funcionar com rapidez e eficiência.

Para que estes dispositivos realmente agreguem valor, precisam estar conectados à  rede continuamente, sem interrupções. Esta conectividade terá muitas formas, incluindo Ethernet por cabo, Wi-Fi, LTE, Bluetooth e outras. A habilitação destas tecnologias dentro dos edifícios requer um planejamento e concepção adequados, além de atenção aos padrões pertinentes à  indústria. E isso é essencial para que a IoT atenda à s expectativas do consumidor.

Vince_Sumrall

*Vince Sumrall é gerente de tecnologia da CommScope nos Estados Unidos.

1 IDC, Intel, Nações Unidas.

 

Grupo Policom e CommScope: programa de certificação AMP Netconnect em permanente evolução

PartnerPRO network

Parceiro das marcas da CommScope direcionadas a soluções para infraestrutura de rede de cabeamento estruturado, o Grupo Policom estimula o credenciamento de seus clientes junto ao fabricante, de modo a ampliar a rede de instaladores desses produtos em todo o território nacional. Um dos programas é o PartnerPRO® Network, direcionado a soluções AMP Netconnect que, neste ano, na busca de flexibilização da parceria, traz algumas novidades, como preço diferenciado da linha AMP NetConnect ou registro de projeto para descontos.

De acordo com Anderson Carvalho, gerente de Marketing do Grupo Policom, o programa, além de sólido, está em constante movimentação. Resumidamente, para participar é necessário completar e submeter o cadastro através do CommScope PartnerPRO Portal (CPP), adquirir os produtos CommScope via rede de Distribuidores Autorizados, como o Grupo Policom, participar de reuniões periódicas de vendas e atividades de geração de demanda junto ao fabricante, submeter o plano de negócios anual, receber avaliações de clientes e manter uma pontuação media.

A essas exigências, agrega-se ainda, a necessidade de concluir o número mínimo de pessoas treinadas ACT I, II e III, títulos dos treinamentos que, respectivamente, enfocam Sistema de instalação de cabeamento, Certificação e solução de problemas em instalações de cabeamento e Projeto de sistemas de cabeamento.

Entre os objetivos do PartnerPRO® Network estão oferecer aos clientes finais “a máxima proteção descrita pela Garantia de Produtos CommScope, assim como maior visibilidade através do localizador de Partners CommScope acessível pela web e acesso a condições pontuais para demonstração, testes ou exibição de produtos”, comenta Carvalho.

A esses benefícios, somam-se acesso a recursos de marketing pontuais, encontros técnicos, treinamentos e atualizações promovidas pela CommScope e a ferramentas de projetos, recursos e ao time técnico de suporte; além de inclusão em conferencias regionais, webminars periódicos e eventos, educação continuada e treinamentos nas soluções CommScope, incluindo a on-line e utilização do Executive Business Center (EBC) localizado em São Paulo para desenvolvimento de novos negócios.

O gerente de Marketing do Grupo Policom explica que “instaladores aprovados no programa PartnerPRO podem fornecer a solução com garantia estendida de 25 anos em produtos e instalação. Além disso, os cursos e certificações são online e ficam disponíveis 24/7 no portal www.commscopetraining.com. Os participantes recebem acesso para download das apostilas e certificados de conclusão e, durante cada módulo, são testados os conhecimentos dos participantes, com a finalidade e avaliar o aproveitamento individual”.

 Interessados, devem contatar o Grupo Policom, pelo e-mail contato@policom.com.br.

Evento apresenta negócios e oportunidades para parceiros do Grupo Policom

evento 14 de set evento 14 de set2

O Policom Solution Center do Grupo Policom, na capital paulista, no dia 14 de setembro, das 9h à s 13h, será palco de evento gratuito voltado exclusivamente a profissionais que atuam em empresas de projeto e instalação. O objetivo é apresentar produtos e soluções inovadoras comercializadas pelo Grupo Policom, capazes de agregar valor a projetos e aumentar a eficiência das equipes.

Na programação, após apresentação do Grupo Policom por Anderson Carvalho, gerente de Marketing, estão palestras de parceiros, como Multi G e suas aplicações, sob responsabilidade do engenheiro de vendas Andre Senra, da Nexans;  soluções em segurança IP Dahua, a cargo do engenheiro eletrônico Rafael Raffo; Nobreks SMS, com Rafael Vilela Moreno, gerente Nacional de Vendas; linha de produtos TP-LINK e suas aplicações, a cargo de Ismael Mota, gerente de Produtos; e linha de produtos Fluke e suas aplicações, por Rodrigo Cunha, gerente de Produtos.

Inscrições exclusivamente para instaladoras pelo site do Grupo Policom (www.grupopolicom.com.br) na seção Agenda.