Notícias

A ver os posts de Setembro, 2016

Cabeamento estruturado na era do IoT: participantes aprovam iniciativa

A primeira turma foi realizada em 13 e 14 de setembro de 2016

Nos dias 13 e 14 de setembro, o Grupo Policom promoveu o curso SCE100 - Fundamentos de cabeamento estruturado na era da Internet das Coisas (IoT, sigla em inglês).

O curso foi destinado a profissionais da área de TI e telecomunicações em geral, cabistas e projetistas de redes, foi organizado e apresentado por Marcelo Barboza, diretor da Apogee e contou com o apoio de Professor Doutor Paulo Marin, autor da obra distribuída na ocasião a todos os participantes: Cabeamento Estruturado - Projeto e Instalação.

E o resultado, segundo a opinião dos participantes, foi positivo.

Entre os participantes, esteve José Aloise, do Metro de São Paulo, que, ao falar do seu interesse, destacou o conteúdo enfocado por Barboza: “fiz o treinamento em função de uma implantação em andamento. O conteúdo foi muito bom e vai me ajudar neste trabalho”.

Postura semelhante é a de Moisés Silva, da Embratel, para quem “o curso foi muito bom e bem esclarecedor, didático, ficando dentro de minhas expectativas. Destaco especialmente o método de introdução à s normas técnicas”.

Outro participante que destacou a qualidade do programa foi Carlos Alberto, da Claro S.A. Segundo ele, além do curso e do material entregue, Marcelo Barboza mereceu reconhecimento: “o curso e o material foram excelentes. As informações e temas abordados serão de grande utilidade no desenvolvimento de novos projetos e na operação. Além disso, o Marcelo tem um grande domínio e conhecimento do tema”, constatou.

O sucesso obtido com a iniciativa, segundo Anderson Luiz Carvalho, gerente de Marketing do Grupo Policom, faz com que “esse curso passe a integrar oficialmente a grade de treinamentos do Grupo Policom, pois é mais uma ação voltada ao cumprimento da meta de contribuir, de modo efetivo, para o desenvolvimento do mercado e a formação de técnicos capazes de atender à  crescente demanda por mão de obra de qualidade. Ele é resultado de parceria com o Marcelo Barboza e o Professor Marin e comprova a atenção da nossa organização à s novas tecnologias que impactam as atividades de infraestrutura de rede de dados e CFTV IP”.

Como explica Paulo Marin, este curso “traz um conteúdo muito rico, organizado e atualizado sobre projeto e instalação de cabeamento estruturado para utilização em edifícios modernos. Trata-se de um curso completo, enfocando muito mais do que fundamentos de cabeamento estruturado, mas a relação entre a Internet das Coisas (IoT) e a infraestrutura de cabeamento. Por isso, é um excelente recurso para profissionais do setor e para aqueles que querem iniciar nesse mercado”.

Conteúdo programático

Introdução e Tecnologia - finalidade do cabeamento estruturado; o que é internet das coisas (IoT); principais tecnologias envolvidas, como Power over Ethernet (PoE), Wi-Fi, iluminação via UTP, etc.; normas nacionais e internacionais Espaços de Telecomunicações - áreas de trabalho, incluindo considerações sobre novas tecnologias (como Wi-Fi, automação, iluminação, CFTV, etc.); salas técnicas (de telecomunicações, de equipamentos e de entrada) e seus principais requisitos e recomendações Elementos Funcionais do Cabeamento - distribuidores (de campus, de edifício e de pavimento) e interfaces (pontos de consolidação e tomadas de telecomunicações); subsistemas de cabeamento (backbone e horizontal) e suas recomendações; considerações sobre patch cords Componentes e Desempenho - componentes em par trançado e fibra óptica de um sistema de cabeamento estruturado; suas principais características e classificações, incluindo: categorias e paràâmetros de desempenho, características físicas e de transmissão, comportamento frente a chamas, blindagens Caminhos Para Cabos - sistemas de suporte para cabeamento estruturado, suas principais características e recomendações, incluindo caminhos internos (piso elevado, canaletas, calhas, leitos, etc.) e externos (subterràâneo, aéreo e túnel); sistemas corta-fogo Administração do Cabeamento - componentes da administração; identificação, registros, base de dados e sistemas automatizados  

Temos Vagas

A integradora CONNECTCOM tem uma vaga aberta para ANALISTA DE PRà‰-VENDAS INFRAESTRUTURA E CABEAMENTO ESTRUTURADO. CVs devem ser enviados para rhselecao@connectcom.com.br.  

Grupo Policom e Fluke Networks com novidades para setembro

Plataforma Versiv via AI - 19julhoTrês ações preparadas em conjunto pelo Grupo Policom e a Fluke Networks, todas com validade para o mês de setembro, são destaque: Desconto, Trade In e palestra. Destaque, também, para nova versão de software para o Versiv.

Desconto - toda a linha Fluke Networks estará com 10% de desconto no Grupo Policom até 30 de setembro

Trade In - vai até 30 de setembro de 2016 e é válido para a troca de um certificador categoria 6 (DSP 4000, Ominiscanner, DTX) ou de outra marca, que esteja funcionando por um Versiv, que é adquirido com desconto no Grupo Policom. Os descontos seguem tabela segundo o certificador entregue, e variam de R$ 5.000,00 a R$ 15.000,00. Detalhes em http://us4.campaign-archive1.com/?u=2e2a915a2e34fe037bac1d89a&id=43d864a753

Palestra - Em 20 de setembro, das 9h à s 12h, será realizada apresentação gratuita no Policom Solution Center, sobre Erros comuns realizados nas especificações de Certificação e Teste. A apresentação será feita por Jim Davis, gerente de distribuição para América Latina e será em português. Inscrições na seção EVENTOS no site do Grupo Policom

Versiv - nova versão de software

Além disso, a Fluke Networks anunciou a última versão de software para o Versiv, que soma à s suas funções, a inclusão dos limites da norma brasileira ABNT NBR 14565.

Como ressalta Rodrigo Pastre, gerente de vendas da Fluke Networks para o Brasil, “essa atualização é muito importante, torna o Versiv é o primeiro e único certificador de cobre a atender à  norma”, recomendando: “a partir de agora precisamos ficar atentos em colocar nos  editais a referência à  ABNT”.

A nova versão do software do Versiv também inclui:

Botão ao lado da FI-1000 com nova função: empurrá-lo durante a execução de um teste ativa a instantàânea inspeção fibra instantaneamente. Se pressionado enquanto visualiza a imagem do endface de fibra, congela o display. Essa função é especialmente útil quando da captura de imagem em uma posição desconfortável. SYNC button - botão de sincronização na tela inicial permite teste das configurações de download e upload de resultados para LinkWare Live, eliminando várias etapas para acessar o menu ferramentas (tools) Compensação de lançamento simplificado em testes com conectores Angled Physical Contact (APC) O padrão de teste OptiFiber Pro para fibra, inclui um limite de perda de retorno, favorecendo o teste adequado para este paràâmetro crítico, além de contar com mais três novos limites que impedem as ligações com reflectàância de passagem. Limite de perda de fibra em CertiFiber Pro atualizado conforme TIA-568.3-D (perda de 850 nm mudou de 3,5 dB/km para 3,0 dB/km) LinkWare PC foi atualizado para permitir o login para LinkWare Live a partir da home page, simplificando o processo. Também foram definidos novos limites de teste correspondente aos do Versiv 4.7.  

A evolução das redes Multigigabit e as tendências tecnológicas em webinar gratuito

webinar-commscope-redes-gravado-psc-foto-set2016 O webinar é da CommScope

A evolução das Redes Multigigabit e as crescentes necessidades dos clientes promovem o desenvolvimento de novas tecnologias. As tendências tecnológicas atuais, e como CommScope lidera os desenvolvimentos tecnológicos através do desenvolvimento das soluções mais sofisticadas do mercado, foram apresentadas em webinar disponibilizado gratuitamente para os interessados.

O webinar, apresentado pela engenheira Simone Viera - assistente técnica da CommScope no Brasil - também enfoca a normalização das Soluções para o Transporte de 40Gbps em Cobre, e Sistemas de Transporte Multifibra com capacidade de suportar tecnologias SWDM, que, brevemente, serão apresentados pelos comitês de normalização: Ethernet Alliance Roadmap, TIA-ISO Category 8.1 e 8.2 e WBMMF Multimo de Fiber.

Para assistir ao webinar, é só acessar este link e se cadastrar.

Curso inédito no Grupo Policom: Cabeamento estruturado na era do IoT

cabeamentoA primeira turma será realizada em 13 e 14 de setembro

SCE100 - Fundamentos de cabeamento estruturado na era da Internet das Coisas (IoT, sigla em inglês) é o novo curso que será realizado pelo Grupo Policom. De autoria de Marcelo Barboza - diretor da Apogee, que também será o instrutor - com o apoio de Professor Doutor Paulo Marin.

Com carga horária de 14 horas divididas em dois dias consecutivos, o curso é destinado a profissionais da área de TI e telecomunicações em geral, cabistas e projetistas de redes. O curso é totalmente baseado nas normas nacionais de cabeamento estruturado, incluindo a NBR 14565 e a NBR 16415. A primeira turma será realizada em 13 e 14 de setembro. As inscrições estão abertas e podem ser feitas pelo site do Grupo Policom, na aba Eventos.

Esse novo curso, que passa a integrar a grade de treinamentos do Grupo Policom, é mais uma ação voltada ao cumprimento da meta de contribuir, de modo efetivo, “para o desenvolvimento do mercado e a formação de técnicos capazes de atender à  crescente demanda por mão de obra de qualidade”, explica Anderson Luís Carvalho, gerente de Marketing do Grupo Policom, frisando a atenção da organização à s novas tecnologias que impactam as atividades de infraestrutura de rede de dados e CFTV IP.

Como explica Paulo Marin, este curso “traz um conteúdo muito rico, organizado e atualizado sobre projeto e instalação de cabeamento estruturado para utilização em edifícios modernos. Trata-se de um curso completo, enfocando muito mais do que fundamentos de cabeamento estruturado, mas a relação entre a Internet das Coisas (IoT) e a infraestrutura de cabeamento. Por isso, é um excelente recurso para profissionais do setor e para aqueles que querem iniciar nesse mercado”.

Material e instrutor

Os participantes do curso receberão o livro (“Cabeamento Estruturado: Projeto e Instalação” do Dr. Paulo Sérgio Marin, engenheiro membro do IEEE e da BICSI e coordenador da comissão de estudos sobre cabeamento estruturado da ABNT/COBEI), assim como apostila. O curso será ministrado no Policom Solution Center, no bairro paulistano do Ipiranga, das 9h à s 17h, e tem o custo de R$ 600,00 que, além do material didático inclui coffee-breaks. Associados à  União Brasileira de Instaladores de Cabeamento (UBIC) têm 10% de desconto.

Marcelo Barboza é formado pelo Mackenzie, possui 30 anos de experiência em TI, é membro da BICSI e da comissão de estudos sobre cabeamento estruturado da ABNT/COBEI, além de certificado pela BICSI (RCDD, DCDC e NTS), Uptime Institute (ATS) e DatacenterDynamics (Data Center Specialist - Design).

Conteúdo programático

Introdução e Tecnologia - finalidade do cabeamento estruturado; o que é internet das coisas (IoT); principais tecnologias envolvidas, como Power over Ethernet (PoE), Wi-Fi, iluminação via UTP, etc.; normas nacionais e internacionais Espaços de Telecomunicações - áreas de trabalho, incluindo considerações sobre novas tecnologias (como Wi-Fi, automação, iluminação, CFTV, etc.); salas técnicas (de telecomunicações, de equipamentos e de entrada) e seus principais requisitos e recomendações Elementos Funcionais do Cabeamento - distribuidores (de campus, de edifício e de pavimento) e interfaces (pontos de consolidação e tomadas de telecomunicações); subsistemas de cabeamento (backbone e horizontal) e suas recomendações; considerações sobre patch cords Componentes e Desempenho - componentes em par trançado e fibra óptica de um sistema de cabeamento estruturado; suas principais características e classificações, incluindo: categorias e paràâmetros de desempenho, características físicas e de transmissão, comportamento frente a chamas, blindagens Caminhos Para Cabos - sistemas de suporte para cabeamento estruturado, suas principais características e recomendações, incluindo caminhos internos (piso elevado, canaletas, calhas, leitos, etc.) e externos (subterràâneo, aéreo e túnel); sistemas corta-fogo Administração do Cabeamento - componentes da administração; identificação, registros, base de dados e sistemas automatizados